A História do Carimbo

Os carimbos são utilizados desde os tempos mais remotos, esculpidos em diversos materiais, tais como batata, madeira, metal, marfim, etc.

Com o passar dos anos iniciou-se a utilização de placas de borracha, usando letras de chumbos com gravação em gesso ou baquelite. Em seguida a borracha era vulcanizada em cima da gravação e depois colada no carimbo de madeira.

Posteriormente, a tecnologia com polímero facilitou a gravação pela luz ultravioleta que cura e tira os resíduos, podendo este material ser colado em qualquer tipo de cabo: madeira, metal ou outros.

Como para este tipo de carimbo é necessário o uso de almofadas, as mesmas foram acopladas aos carimbos gerando a linha de auto-entitados.

Na sequência surgiu o sistema com gel ou pó, tendo que se fazer uma forma em auto relevo onde a tinta é injetada no próprio material, dispensando o uso de almofadas.

Como a placa pode receber a tinta diretamente, é utilizado um processo a laser para efetuar o corte nas letras, iniciando-se, assim a linha de pré-entitado.

Porém, esses processos já estão ultrapassados, pois atualmente o novo sistema de pré-entitados é o Sistema Flash, que permite a confecção de um carimbo em apenas alguns minutos, sem utilização de polímeros, negativos ou outros.

Utilizando um tipo de borracha microporosa, de alta sensibilidade, que grava a arte diretamente na mesma.

Depois basta inserir tinta e estará pronto para o uso.


Loja Modelo
glorimax © 2018 - Todos os direitos reservados

Desenvolvimento e Hospedagem